Como posso engajar minha equipe?

Se você é um gestor, provavelmente tem em uma dúvida de liderança muito comum: “Como posso engajar minha equipe?”. Por isso, caso esteja preocupado com o baixo nível de entusiasmo da sua equipe, tenha certeza: você não está só. Engajar pessoas é um dos desafios mais comuns enfrentados pelas empresas em todo o mundo. E o que pode melhorar essa realidade é a implementação de uma liderança mais humanizada e empática.

Um estudo da consultoria Deloitte entrevistou 2,5 mil líderes de recursos humanos de 94 países (sendo 40 brasileiros) em 2014. E mostrou que apenas 13% dos funcionários estão ativamente engajados no trabalho. Além disso, a maioria está tão desmotivada que tende a espalhar esse sentimento de negatividade para os demais colaboradores.

Mas por que engajar colaboradores está sendo tão difícil?

Vários fatores podem colaborar para a falta de entusiasmo e envolvimento da equipe na empresa. Entre eles, está o acirramento acelerado dos níveis de competição entre os funcionários, o acesso a um volume ímpar de informações, a influência de diferentes gerações entre as equipes e as demandas por mais qualidade de vida no ambiente de trabalho estão se tornando um desafio cada vez maior para a gestão de pessoas.

E se você é gestor e está pensando que esses problemas são resolvidos com compensação financeira, benefícios ou plano de carreira, se engana. É claro que esses aspectos são importantes, mas se apresentam cada dia mais insuficientes. É preciso oferecer às pessoas motivos diários para renovarem o interesse por aquilo que estão realizando nas corporações.

Afinal de contas, manter o engajamento de toda a equipe é uma empreitada complexa, mas fundamental para as empresas que querem se destacar no mercado. Isso porque, perceber sentido no trabalho é o que faz o profissional ter vontade de se desenvolver, aprender e contribuir positivamente para o crescimento da corporação.

Dicas para engajar a sua equipe

  • Antes de tudo, deixe claro para os colaboradores qual o propósito da empresa, a sua missão;
  • Contribua para o desenvolvimento de uma empresa com “alma”, em que os funcionários sintam que podem crescer e se desenvolver;
  • Ouça as pessoas com empatia. Líderes devem mostrar interesse genuíno pelos seus colaboradores e pelo que eles têm a dizer;
  • Dediquem mais cuidado com a qualidade das interações que têm com seus subordinados. Foco em resultado e foco em pessoas andam lado a lado.

E se você está pensando em recrutar um jovem aprendiz ou estagiário para fazer parte da sua equipe, fique sabendo que eles podem contribuir para trazer novas ideias à sua empresa. Essa característica é muito comum nos jovens e pode fazer com que repense as suas atividades e rotinas, bem como as da equipe com quem trabalha.

Para entender melhor como podemos te ajudar a recrutar e selecionar candidatos a aprendiz ou estagiário, entre em contato! Ou solicite convênio aqui.