ENEM

ENEM: A trajetória do maior exame do Brasil

Você já parou pra pensar como o ENEM se tornou o exame mais importante do Brasil?

Criado em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio tinha uma função muito diferente: avaliar o aprendizado de alunos do Ensino Médio para auxiliar o Ministério da Educação na elaboração de melhorias. Na primeira edição, apenas 115 mil estudantes participaram. Nos anos seguintes, este número viria a crescer exponencialmente, chegando a ter mais de 9 milhões de inscritos em 2014.

Mudar para crescer

Para alcançar esses números, o ENEM precisou mudar bastante. Em diversos momentos encontrou barreiras e conseguiu superá-las com o apoio dos setores de educação e da sociedade, como escolas e secretarias. Uma das conquistas foi a isenção do pagamento de taxa de inscrição para alunos de escolas públicas, o que tornou a prova mais inclusiva e acessível às pessoas mais humildes.

Em 2004, ocorreu o momento decisivo para consolidar a importância do ENEM. Com a criação do Programa Universidade para Todos (ProUni), que vinculava a concessão de bolsas à nota obtida no ENEM, o Exame ganhou muito em importância e, pela primeira vez, alcançou os primeiros milhões de inscritos.

Uma prova adaptada

O grande trunfo do ENEM para crescer em importância foi sua adaptação às demandas do país. Acompanhando as necessidades do ensino, o Exame tornou-se não apenas um meio de avaliação, mas um instrumento de mudança e de fundamental importância para a educação nacional. Com ele, o ingresso em uma faculdade ficou mais possível aos alunos de todas as classes sociais.

A forma de se enxergar a educação no Ensino Médio mudou, e o caminho para o Ensino Superior tornou-se mais simples. Muito disso por que, a partir de 2009, importantes instituições de ensino superior passaram a usar a nota do ENEM para o ingresso em seus cursos.

Um novo modelo de avaliação

Atualmente, o ENEM adota um modelo que foi desenvolvido para dar ênfase ao raciocínio e aos conhecimentos do cotidiano. Com isso, as “decorebas” ficaram em segundo plano, dando espaço a uma prova mais contextualizada com a sociedade. O perfil exigido do estudante passa a ser outro – não o de acumulador de informações, mas de alguém com a capacidade de refletir, de interpretar e tomar decisões rapidamente.

ENEM 2017 – Foi dada a largada!

O ENEM mudou novamente para o ano de 2017. Pela primeira vez, ele será aplicado em dois domingos seguidos: dia 5 e dia 12 de novembro.

A ordem das provas também foi alterada: no primeiro domingo, dia 5, serão aplicadas as provas de Linguagens, Ciências Humanas e Redação, com 5h30 de duração; no segundo domingo, dia 12, serão aplicadas as provas de Matemática e Ciências da Natureza, com 4h30 de duração.

As inscrições para o Enem 2017 estarão abertas entre 8 e 19 de maio, e o edital será publicado em 10 de abril.